Quais as funções da proteína no nosso organismo?

É comum ouvirmos falar da importância da proteína entre atletas e praticantes avançados de academia. Contudo, ter uma boa ingestão das proteínas é importante para qualquer pessoa, pois elas são parte integrante de muitos processos em nosso corpo.

Por isso, neste texto vamos falar sobre a função da proteína no corpo humano, como elas auxiliam na manutenção da nossa saúde e como você pode identificar se precisa de uma suplementação proteica. Confira!

O que fazem as proteínas?

As proteínas são conjuntos de aminoácidos ligados entre si e desempenham papéis fundamentais no nosso organismo. São encontrados em alimentos de origem animal, como carnes, ovos, queijos e outros derivados, como também em leguminosas e grãos, como soja, ervilha, lentilha e feijão.

Elas ajudam na produção da massa muscular (por isso são fortes protagonistas na dieta dos atletas), mas seus benefícios vão ainda mais além:

1. Regulam os processos do metabolismo e da produção de anticorpos e hormônios

As proteínas participam da síntese e da reparação de tecidos do corpo e estão presentes nas enzimas que atuam na regulação dos processos metabólicos. Assim, elas fazem parte da nossa composição sanguínea e também dos hormônios e dos anticorpos do nosso organismo.

Por isso, uma pessoa que possui uma dieta equilibrada em proteínas tem maiores chances de ter um bom metabolismo, hormônios regulados e anticorpos equilibrados.

2. Ajuda na cicatrização de feridas e cirurgias

Como as proteínas possuem um papel primordial na reparação dos tecidos e do metabolismo, elas também são protagonistas no processo de cicatrização de machucados e também, em caso de cirurgias.

3. Otimiza na manutenção da massa muscular

A proteína otimiza a manutenção da massa muscular do corpo. Com uma boa rotina de atividades físicas e uma alimentação balanceada e rica em proteína, é possível haver ganho de músculos.

4. Ajudam na manutenção da pele e dos cabelos

As proteínas são ingredientes básicos para o colágeno que compõe a estrutura da nossa pele e, também, a queratina, uma proteína presente nos nossos cabelos. Por isso, uma dieta rica em aminoácidos ajuda o corpo a fazer a manutenção constante destas substâncias.

Quem deveria fazer a suplementação de proteínas ou aminoácidos?

A suplementação com proteínas ou com aminoácidos pode ser feito quando o nível proteico necessário através da alimentação não é atingido. Também é possível fazer o uso dos suplementos em fases de recuperação de cirurgias, no caso de fratura em pessoas idosas, em indivíduos com intenção de emagrecimento ou desejo de ganho de massa muscular. Ou seja, a suplementação é recomendada em vários casos.

Contudo, abaixo temos uma lista de casos em que aumentar o consumo de proteína pode ser uma boa solução. Se você se encaixa em algum desses itens e tem desejo de começar a suplementação, a visita a um nutricionista é recomendada.

1. Quem não está conseguindo atingir o nível diário de proteínas através da alimentação. Pacientes bariátricos, por exemplo, que podem ter dificuldade em digerir e absorver os nutrientes;
2. Pessoas que desejam emagrecer mantendo a sua massa magra;
3. Quem está no processo de cicatrização de feridas;
4. Pessoas que desejam ganhar massa muscular;
5. Quem possui uma dieta pobre em proteínas, mas não tem disponibilidade para planejar refeições equilibradas neste aspecto.

Como fazer a suplementação de proteína?

O ideal é que a maior parte da ingestão de proteínas diárias sejam da alimentação. Carnes e derivados de origem animal (queijo, leite, ovos, etc.) e leguminosas, feijões e grãos que são ricos neste nutriente.

O whey protein (proteína do soro do leite), aminoácidos, colágeno ou ainda proteínas em pó de origem vegetal (arroz, ervilha, etc), também podem ser usadas para auxiliar neste processo. A suplementação possui efeitos positivos, pois ajuda na recuperação muscular e estímulo da síntese proteica.

Contudo, a quantidade ideal de suplementação de proteínas deve ser analisada de forma individual, com a prescrição de um nutricionista. Geralmente os valores variam de 0,8 a 3g/kg de peso corporal/dia conforme a condição de saúde da pessoa e o objetivo que ela deseja alcançar.

Quer saber mais sobre o universo da suplementação para ter uma melhor saúde e qualidade de vida? Conheça mais artigos do nosso blog, nos siga no Instagram e visite nosso e-commerce, onde temos uma seção especial de suplementos proteicos de qualidade para você que precisa adicionar mais proteína à sua dieta com praticidade. Confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *